25-01

Aniversário de São Paulo

Aniversário de São Paulo é comemorado em 25 de janeiro. Em 2022, a cidade completa 468 anos.

Esta data é um feriado municipal na capital paulistana, mas em 2022 os paulistanos não poderão contar com esse dia de descanso, pois o feriado de 25 de janeiro de 2022 foi antecipado para 2021.

O dia 25 de janeiro foi escolhido em homenagem à fundação do Colégio dos Jesuítas, considerado o marco zero da maior capital brasileira.

História da Cidade de São Paulo

No dia 25 de janeiro de 1554, os padres Manuel da Nóbrega e José de Anchieta fundaram o colégio que seria o centro de educação e formação dos indígenas para se adequarem ao modo de vida dos jesuítas.

A cidade de São Paulo recebeu este nome em homenagem ao apóstolo Paulo. De acordo com a tradição católica, ele teria se convertido ao cristianismo no dia 25 de janeiro, dia de festa para a Igreja Católica. Assim, neste mesmo dia foi celebrada a missa de fundação do Colégio dos Jesuítas.

Atividades para o aniversário de São Paulo

Todos os anos, a prefeitura da cidade de São Paulo promove várias atrações para celebrar o seu aniversário, em todas as regiões da metrópole.

Shows ao vivo, exposições artísticas e circuitos culturais são alguns dos exemplos de programas que os paulistanos e turistas podiam experimentar durante os dias festivos do aniversário de São Paulo (normalmente entre os dias 23, 24 e 25 de janeiro), mas desde a Covid-19, as celebrações estão bastante condicionadas.

O Troféu Cidade de São Paulo, corrida que costuma ser realizada no dia do aniversário da cidade, por exemplo, não se realizou em 2021.

Adiado para 2022, a 24.ª edição da corrida se realizará no dia 23 de janeiro de 2022 (domingo), uma vez que o feriado do aniversário da cidade de 2022 foi antecipado para 2021, como uma das medidas de combate à pandemia. Lembrando que 5 feriados foram antecipados e foram gozados entre 26 de março e 4 de abril de 2021 – que compreendeu a semana santa -, com o intuito de somar 10 dias consecutivos de isolamento social.

1

10 Curiosidades Que Você Precisa Saber Sobre o Seu Caminhão

O caminhão atualmente representa cerca de 3% da frota total de veículos do Brasil (107,9 milhões), com mais de 2,9 milhões de veículos rodando pelo país. Em São Paulo há a maior frota de caminhões do país: são mais de 1 milhão  de caminhões.

Responsáveis pelo transporte de cargas, os caminhões garantem que roupas, medicamentos, matérias primas, alimentos e demais itens possam ser transportados para empresas e consumidores. Confira agora 10 curiosidades que você precisa saber sobre o seu caminhão.

1: Volume de carga

Na década de 70, o volume de carga transportada pelo país aumentou de 124,5 para 204,8 bilhões de toneladas – o que mostrou a capacidade da expansão da frota de caminhões do Brasil.

2: Frenagem e campos de futebol

Quando é necessário frear um caminhão por completo, numa velocidade média de 80 km/h, o caminhoneiro precisa da distância equivalente a um campo de futebol completo – ou seja, 108 metros.

3: Potência a cavalo

Você sabe por que a potência do seu caminhão é medida em cavalos? Ela foi intitulada desta forma, pois antigamente eram os cavalos que ajudavam a transportar as cargas – principalmente das minas inglesas, no século XVIII.

4: Bicudo

Já ouviu um caminhoneiro dizer bicudo? Essa é uma gíria utilizada pelos caminhoneiros para denominar os caminhões que possuem motor na frente da boleia.

5: O primeiro caminhão não era tão rápido como hoje

O primeiro caminhão do mundo foi construído em 1896: ele tinha 10 cv e rodava a apenas 12 km/h. Hoje em dia, mesmo os modelos utilizados em mineração, podem chegar à potência de até 750 cv.

Este modelo foi construído com quatro rodas de ferro e madeira, uma plataforma e um motor a gasolina. Os fundadores foram os alemães Gottlieb Daimler e Wilhelm Maybach.

6: Os mascarados

Quem costuma circular próximo a fábricas de caminhões já pode ter visto um caminhão “mascarado”. Esse é o nome utilizado para falar dos modelos que ainda não foram lançados, para não revelar à concorrência detalhes do visual do veículo. A camuflagem geralmente é feita com uma lona preta e adesivos quadriculados.

7: Os mais rápidos

Existem caminhões que podem atingir a velocidade de 240 km/h – mas eles somente são utilizados nas corridas da Fórmula Truck. Seus motores possuem cerca de 1000 cv.

8: Frases de para-choque

Todo caminhão possui uma frase estampada no seu para-choque. Essa mania teve início nos anos 50 e foi inspirada no filateado, uma técnica de desenhos argentinos que estilizavam carroças. Com o tempo, os desenhos foram sendo acompanhados de frases e até que, nos anos 80, todo caminhoneiro aderiu a essa febre.

9: Modelos autônomos

Os pesados também possuem modelos que não precisam de humanos para serem operados. Em 2016, a empresa Uber fez a primeira entrega com um caminhão autônomo. Foi uma corrida de 190 quilômetros, com 2 mil pacotes de cerveja.

10: Pneu tamanho família

O maior pneu de caminhão já fabricado possui 4,03 metros de diâmetro e 1,50 de largura, pesando mais de 5 toneladas. As empresas responsáveis pela criação são a Michelin e a Titan.

aviso2

Confira as Novas Regras do CTB com a Lei 14.071, que Entrou em Vigor em 12 de abril

Foi sancionada, em 13 de outubro de 2020, a Lei nº 14.071 que faz alterações no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O texto foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) e, entre outras mudanças, o documento amplia a validade e o número de pontos da carteira de habilitação; e estabelece pena para casos de lesão corporal e homicídio causados por motorista embriagado.

As novas regras entraram em vigor em 12 de abril, confira as principais alterações:

Mudança no prazo para a renovação da CNH e dos exames de aptidão física e mental

  • 10 anos para condutores com menos de 50 anos;
  • 5 anos para condutores com idade igual ou superior a 50 anos e inferior a 70 anos;
  • 3 anos para condutores com 70 anos ou mais.

Pontos na CNH

A Lei prevê limites diferentes de pontuação na carteira de motorista, antes da suspensão, no prazo de 12 meses:

  • 40 pontos para quem não tiver infração gravíssima;
  • 30 pontos para quem possuir uma gravíssima;
  • 20 pontos para quem tiver duas ou mais infrações do tipo.

Os motoristas profissionais terão 40 pontos de teto, independentemente das infrações cometidas.

Transporte de crianças

transporte crianças.png

 Obrigatoriedade do uso dos dispositivos de transporte para crianças de até 10 anos que ainda não atingiram 1,45 m de altura. Os dispositivos devem se adequar à idade, peso e altura da criança, conforme regulamentação do Contran. 

O descumprimento será considerado infração gravíssima.

É proibido transportar em motocicletas crianças menores de 10 anos ou que não tenham condições de cuidar da própria segurança.

Clique na figura e saiba mais detalhes sobre o transporte seguro de crianças em veículos

 Exames toxicológicos

toxicologico.png

 É obrigatória a realização de  exames toxicológicos para motoristas das categorias C, D e E.

Obrigatório para obtenção, renovação e alteração nestas categorias. 

Menores de 70 anos deverão se submeter ao exame a cada dois anos e meio, independentemente da validade da CNH.

Clique na figura e saiba mais detalhes sobre exames toxicológicos

 Faróis

Obrigatoriedade de manter os faróis acesos durante o dia, em túneis e sob chuva, neblina ou cerração, à noite e durante o dia em rodovias de pista simples, fora do perímetro urbano.

Penalidade de advertência

Para infrações leves ou médias deve ser imposta a penalidade de advertência por escrito, em vez de multa, se infrator não tiver cometido nenhuma outra infração nos últimos 12 meses.

Cadastro positivo

Fica criado o Registro Nacional Positivo de Condutores (RNPC), em que serão cadastrados os condutores que não tenham cometido infração de trânsito sujeita a pontuação nos últimos 12 meses.

O cadastro positivo vai possibilitar que estados e municípios concedam benefícios fiscais e tarifários aos condutores cadastrados.

Escolas de trânsito

Criação de “escolas públicas de trânsito” para crianças e adolescentes com aulas teóricas e práticas sobre legislação, sinalização e comportamento no trânsito.

Recall

A Lei torna o recall das concessionárias – convocação de proprietários para reparar defeitos constatados nos veículos – uma condição para o licenciamento anual do veículo

Acesse na íntegra a LEI Nº 14.071, DE 13 DE OUTUBRO DE 2020.